Quais são as multas mais frequentes em motos?

Hoje infrações cometidas por motociclistas correspondem a 5,5% do total de multas aplicadas, segundo dados da CET-SP. Pode parecer pouco, mas só em 2017 foram mais de 744,5 mil autuações só na capital paulista e é para evitar que você faça parte dessa estatística que vamos listar quais são as multas mais frequentes em motos.

Quais são as multas mais frequentes em motos?

Quais são as multas mais frequentes em motos?

Farol vermelho

O trânsito cada dia mais complicado acaba fazendo com que a desobediência ao sinal vermelho e as paradas obrigatórias estejam entre as infrações mais cometidas pelos motociclistas. De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) o desrespeito a esse tipo de sinalização é considerado ato gravíssimo que, além de colocar vidas em risco, resulta na perda de sete pontos na carteira de motorista (CNH) e uma multa de R$ 293,47 para o condutor.

Excesso de velocidade

Esta é uma infração recorrente entre motociclistas. Segundo o CTB, a punição para esse tipo de violação pode variar entre leve e gravíssima de acordo com o percentual de velocidade acima do permitido que o condutor for pego.

Se o flagrante for de até 20% acima do limite, ele perderá quatro pontos na carteira com multa de R$ 130,16. Entre 20% e 50%, o valor pago chega a R$ 195,23 com perda de cinco pontos na habilitação. Agora, se o radar marcar 50% acima da velocidade determinada, a multa é de R$ 880,41 com perda de sete pontos na CNH e o infrator tem a carteira de motorista suspensa, mesmo que ele não tenha estourado o número de pontos.

Manobras de risco

Pelos mesmos motivos que fazem o motociclista exceder a velocidade, a pressa e o trânsito caótico, podemos colocar na lista de multas mais frequentes em motos a prática de manobras perigosas como: ziguezague, arrancadas, derrapagens e coisas do gênero.

De acordo com o Código Nacional de Trânsito, esse tipo de infração é considerada gravíssima causando a suspensão da habilitação e o pagamento de multa no valor de R$ 1.915,40.

Falta de capacete

Esquecer de usar o principal item de segurança para quem pilota uma moto não deveria ser um problema para os condutores, mas essa ainda é uma das principais violações trânsito cometidas por motociclistas. Seja por não estar de acordo com as normas, possuir viseira ou óculos apropriados, ou por levar um passageiro sem capacete, segundo o DETRAN, essa infração está entre as mais comuns entre os condutores de motos.

De acordo com o CTB, essa também é uma violação gravíssima que leva a uma multa de R$ 293,47, perda de 7 pontos na CNH e suspensão do direito de dirigir. Vale lembrar que essas punições também se aplicam ao uso de vestimentas inapropriadas como, por exemplo, chinelos ou outro tipo de calçado que não firme nos pés e atrapalhe o uso dos pedais.

Em resumo, essas são as multas mais frequentes em motos que, é importante ressaltar, mais do que pesar no bolso podem colocar a sua vida e a dos outros em risco.

Quer conferir mais conteúdos como esse? Se inscreva na nossa lista de contatos e baixe o nosso e-book exclusivo!

Avaliar postagem

Ebook Grátis. Descubra aqui Como fazer seu recurso de multa do Zero, e aumentar suas chances em 72% de cancelar aquela Multa de Trânsito indevida. Inclui modelo de recurso grátis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *